Após disparar 8% na véspera, dólar abre em queda de 1,4%, a R$ 3,34

19 Mai 2017 Fonte: UOL Destaques
Após disparar 8% na véspera, dólar abre em queda de 1,4%, a R$ 3,34

Após disparar 8% na véspera, dólar abre em queda de 1,4%, a R$ 3,34

Após disparar 8,15% na véspera, no maior salto desde janeiro de 1999, o dólar comercial abriu os negócios desta sexta-feira (19), por volta das 9h10, operando em queda de 1,44%, vendido perto de R$ 3,34.

Na tentativa de conter a alta da moeda, o Banco Central anunciou forte intervenção no mercado. Além de manter a oferta de até 8.000 swaps cambiais tradicionais (equivalentes à venda futura de moedas) para rolagem do vencimento, também leiloará swaps diariamente até o próximo dia 23, ofertando até 40 mil novos contratos em cada atuação. O Tesouro Nacional também anunciou intervenção e fará leilões de compra e venda de títulos públicos.

Na noite de ontem, foi divulgada a conversa do presidente Michel Temer com o delator Joesley Batista, um dos sócios da JBS. Batista acusa o presidente de autorizar pagamentos para silenciar o ex-deputado Eduardo Cunha, o que Temer nega. O áudio é inconclusivo sobre o silenciamento de Cunha, mas mostra que o empresário contou ao presidente que subornava um procurador.

A conversa foi divulgada depois do fechamento dos mercados. Ao longo da quinta, houve forte turbulência após o jornal "O Globo" antecipar as informações da conversa. Também antes da divulgação do áudio, Temer fez um pronunciamento em que negou as acusações e disse que não vai renunciar. 

(Com Reuters)