Athletico estreia na Copa do Brasil, que tem uma atenção especial

15 Mai 2019 Fonte: Tribunapr Esportes
Athletico estreia na Copa do Brasil, que tem uma atenção especial

Athletico estreia na Copa do Brasil, que tem uma atenção especial

Depois de jogar por Campeonato Paranaense, Libertadores e Campeonato Brasileiro, nesta quinta-feira (16) o Athletico estreia em mais uma competição na temporada. A bola da vez é a Copa do Brasil, pela qual o Furacão encara o Fortaleza nas oitavas de final, com a ida acontecendo às 19h15, no Castelão.

A estreia tardia na competição nacional é um prêmio, uma vez que os times que disputam a Libertadores só entram nesta fase do torneio. Algo que aliviou um pouco este complicado calendário que o Furacão tem em 2019 – ainda com mais dois campeonatos pela frente, a Recopa Sul-Americana e a Copa Suruga -.

Mas a Copa do Brasil é vista com uma atenção importante pelo Rubro-Negro. O time titular entrou em campo na quinta-feira passada, na derrota por 2×1 para o Boca Juniors, e também na vitória por 1×0 sobre o Bahia no domingo. Ainda assim, o técnico Tiago Nunes vai mandar a campo força máxima no Castelão, possivelmente poupando contra o Corinthians, domingo (19), pelo Brasileirão.

“Nós poupamos os jogadores contra a Chapecoense, então eles teriam uma rotina de dois jogos seguidos, não uma rotina pesada que não conseguiriam suportar. Lógico que o fator emocional e o gramado pesado da Bombonera, além da viagem e do desgaste natural, pesam. Mas pro jogo com o Fortaleza será um tempo maior, serão quatro dias. Então vamos chegar descansados e contra o Corinthians a gente vê o que acontece, até porque na semana que vem tem a Recopa”, afirmou o treinador atleticano.

Mas o ’carinho’ com a competição não é apenas por se tratar de um título inédito para o clube. Afinal, mais que o troféu – que por si só é importante – está em jogo também uma verdadeira bolada. Só de participar das oitavas, o Athletico já faturou R$ 2,5 milhões. Caso se classifique par as quartas, leva mais R$ 3,15 milhões. Eventualmente, se for campeão, o Furacão faturará no torneio R$ 64,3 milhões. Por isso, dificilmente irá poupar os melhores atletas nestes jogos.

Ingredientes de sobra para valorizar a Copa do Brasil. Sem contar o fato que há duas semanas o Rubro-Negro esteve no Ceará para enfrentar o Fortaleza e acabou perdendo por 2×1.

“Eles não se expõem muito em casa. Sofremos lá com aquela derrota, porque sofremos muito com o calor. A derrota lá serviu de alerta para que possamos estar mais concentrados e sabendo o que vamos enfrentar lá. Serão dois jogos muito equilibrados e a equipe deles está muito bem armada”, completou Nunes.