Caminhoneiro sequestrado é libertado e três suspeitos são presos

20 Mai 2019 Fonte: https://massanews.com/ Destaques
 Caminhoneiro sequestrado é libertado e três suspeitos são presos

Caminhoneiro sequestrado é libertado e três suspeitos são presos

Um caminhoneiro que foi vítima de sequestro e passou pelo menos 12 horas em poder dos assaltantes, foi libertado no sábado (18), em uma ação de policiais militares e guardas civis municipais de Paranaguá.

De acordo com a polícia, três pessoas foram presas. O caminhoneiro foi sequestrado em Morretes, na noite de sexta-feira (17). No sábado, uma denúncia anônima alertou a polícia que a vítima do sequestro era mantida refém em uma casa na Vila São Jorge, em Paranaguá.

A Polícia Militar e a Guarda Civil Municipal foram até o local e encontraram na entrada da casa uma mulher que disse não morar ali, e que estava apenas “cuidando da casa do tio”.

Ao verificar o interior do imóvel, a polícia encontrou a vítima, um homem de 46 anos, morador de Santa Catarina que estava deitado no chão, enrolado em cobertores. Assim que percebeu a presença da polícia, o homem contou que estava sendo mantido como refém e seu caminhão havia sido levado.

Para a polícia, a vítima contou ainda que seguia pela BR-277, quando o veículo teve problemas mecânicos que o obrigaram a parar. Quando ele verificou o que acontecia, constatou que a mangueira do ar havia sido desconectada. Neste momento, ele foi rendido por três pessoas sendo que pelo menos uma estava armada. Ele disse ter sido amarrado e teve a cabeça coberta por uma toalha. O trio seguiu com o homem e o caminhão até Paranaguá.

A vítima também disse que foi mantido com a arma apontada para sua cabeça e que os sequestradores seguiram por uma estrada de chão até um terreno onde descarregaram a carga de soja. Neste local, o caminhão atolou na lama e o caminhoneiro foi então retirado do local e levado de táxi, até o local do cativeiro.

Mais presos

A partir da localização da vítima a polícia seguiu com as diligências para encontrar os demais envolvidos no crime. Cristiane Cordeiro da Silva, de 30 anos, que cuidava do cativeiro, revelou a polícia onde o tio estava. Moacir Alves, de 42 anos, disse que alugou a casa para um terceiro, que também foi localizado e preso. Lindiomar Ferreira Alves, de 22 anos, morador do mesmo bairro, foi encontrado em casa, enquanto dormia. Ele tinha em seu poder um revólver de calibre 32, municiado.

O caminhão da vítima foi localizado na Estrada Velha de Alexandra, no interior de um terreno, ainda atolado na lama.

Os três suspeitos foram presos em flagrante e encaminhados para a 1ª Subdivisão Policial de Paranaguá. As investigações continuam.

Colaboração Folha do Litoral


Galeria