Covid-19 provoca a segunda maior crise sanitária mundial

2 Jun 2020 Fonte: Assessoria Destaques
Trabalhadores da cooperativa C.Vale contam com plano de ação contra o covid-19

Trabalhadores da cooperativa C.Vale contam com plano de ação contra o covid-19

Nos últimos dias o Brasil ingressou na maior crise sanitária mundial dos últimos cem anos. A última pandemia de proporções semelhantes a que no momento nos encontramos, ocorreu em 1918, após a primeira Guerra Mundial, a chamada gripe espanhola matou aproximadamente 60 milhões de pessoas. É possível que a atual pandemia, dada a capacidade de intervenção médica, sanitária e organização sistêmica não deixará um rastro de corpos de magnitude semelhante. Para resguardar a saúde dos trabalhadores que atuam nos setores considerados essenciais, ações devem ser colocadas em prática para garantir o mínimo de segurança.

PLANO DE PREVENÇÃO
“O governo elegeu o agronegócio como atividade essencial e por isso, os trabalhadores em cooperativas não puderam fazer o isolamento social. Em conjunto com os representantes das cooperativas, estudamos e colocamos em prática várias ações. Uma delas foi a implantação de um Plano de Prevenção e Contingência do Covid-19 junto a cooperativa C.Vale”, revela o presidente da Federação Nacional dos Trabalhadores Celetistas nas Cooperativas no Brasil – Fenatracoop e presidente do Sintrascoopa, Mauri Viana Pereira. O plano mencionado pelo líder sindical Mauri Viana, além de contemplar a formação de um Comitê de Enfrentamento ao Covid-19, também contempla várias medidas de proteção da saúde que a cooperativa C.Vale vem colocando em prática com a finalidade de proteger o bem estar dos trabalhadores.
“Estamos diariamente em contato com os representes do comitê de enfrentamento e com os próprios trabalhadores para saber se a cooperativa está cumprindo com as medidas de segurança necessárias para evitarmos ao máximo expor os nossos companheiros ao perigo do coronavírus. A pedido do presidente Mauri Viana, no momento, esse é o nosso principal trabalho: fiscalizar e garantir que a cooperativa coloque em práticas todas as ações de segurança e proteção aos trabalhadores”, ressalta o dirigente sindical Nivair de Castro de Souza, responsável pelas atividades do Sintrascoopa em Palotina e região.

CLIQUE AQUI PARA ENTRAR NO GRUPO DE WHATSAPP DO PORTAL PALOTINA. SE VOCÊ JÁ ESTA EM ALGUM GRUPO NÃO A NECESSIDADE DE ENTRAR