Delegado de polícia se envolve em confusão em Curitiba ao xingar e ameaçar PMs

23 Abr 2019 Fonte: Banda B Destaques
Delegado de polícia se envolve em confusão em Curitiba ao xingar e ameaçar PMs

Delegado de polícia se envolve em confusão em Curitiba ao xingar e ameaçar PMs

Um delegado de polícia aposentado foi encaminhado à Central de Flagrantes na madrugada desta terça-feira (23) depois de ameaçar e desacatar policiais militares no bairro Novo Mundo, em Curitiba. Ele chegou a ser algemado pela equipe, já que – segundo relatos da Polícia Militar (PM) – tentou agredir os militares. O carro dele, um Caoa Chery Tiggo, foi apreendido e levado ao 13º Batalhão de Polícia Militar (BPM).

A confusão envolvendo o delegado começou na rua Luiz Leopoldo Landal, quando policiais notaram que o carro seguia de maneira ‘zigue-zague’. Na abordagem, a esposa do delegado, que estava na direção, desembarcou do veículo, com sinais de embriaguez. Entretanto, segundo o Boletim de Ocorrência (BO) que a Banda B teve acesso, o delegado se identificou aos policiais, mas se recusou a sair do carro, proferindo palavras de baixo calão. “(…) foram emanadas mais de quinze (15) ordens verbais para que o passageiro desembarcasse, porém não houve acatamento, sendo ele, inclusive, enfático afirmando que não desceria. Foi necessário o uso de força moderada para retirar o passageiro do interior do veículo, e, posteriormente foi feita a busca pessoal, não havendo ilicitude com o cidadão (…)”, diz um trecho do B.O.

Ainda segundo o documento oficial da PM, o delegado disse que a abordagem ‘era absurda’, que tentou agredir fisicamente a equipe, que decidiu fazer o uso de algemas para contê-lo. Durante a abordagem, o delegado ameaça prejudicar os militares que estavam na abordagem, posteriormente.

O delegado aposentado foi encaminhado à Central de Flagrantes, também com visíveis sinais de embriaguez, de acordo com o B.O, pelos crimes de desobediência, desacato e ameaça. Ele assinou Termo Circunstanciado (TC) e deixou o local, ao lado de um advogado. A esposa do delegado foi levada à Delegacia de Delitos de Trânsito (Dedetran) em razão da embriaguez ao volante. O carro do casal foi recolhido ao pátio do 13º BPM por não haver condutores habilitados para removê-lo do local.