Diego Alves pega pênalti, Flamengo marca três vezes e vence fácil LDU

14 Mar 2019 Fonte: Uol Esportes
Everton Ribeiro e Gabigol comemoram um dos gols do Flamengo na tranquila vitória sobre a LDU

Everton Ribeiro e Gabigol comemoram um dos gols do Flamengo na tranquila vitória sobre a LDU (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo )

O Flamengo dominou a LDU com facilidade hoje no Maracanã. Tanto que a vitória por 3 a 1 não traduziu o que foi o jogo pela segunda rodada da Copa Libertadores. O Rubro-negro abusou de perder gols em sequência e precisou até que Diego Alves defendesse um pênalti no fim do primeiro tempo para se manter em vantagem no placar.

Foram pelo menos cinco chances claras desperdiçadas ao longo dos 90 minutos. No final, não fizeram falta, já que Everton Ribeiro, Gabigol e Uribe garantiram o resultado. Mas deixaram um alerta na competição tão importante e equilibrada. Ter cerca de 70% da posse de bola, criar oportunidades em sequência e desperdiçá-las pode trazer graves consequências. Borja descontou para a LDU já nos acréscimos em nova cobrança de pênalti.

O triunfo deixou o Flamengo na liderança do Grupo D da Libertadores, com seis pontos. Na próxima rodada, o Rubro-negro recebe o Peñarol-URU, dia 3 de abril, novamente em um Maracanã lotado. O jogo, inclusive, já pode aproximar o time da vaga antecipada nas oitavas de final.

Flamengo manda no jogo e logo abre o placar

Desde o início da partida, o Flamengo adotou a conhecida postura dos últimos anos de privilegiar a posse de bola e mandar no jogo em busca de espaços. É verdade que a LDU até arriscou um chute aos 7min, defendido por Diego Alves. E foi só. Aos 8min, os donos da casa construíram bela jogada desde o campo defesa. O giro de Diego para se livrar da marcação no meio de campo e o passe do camisa 10 foram o ponto alto. Com categoria, Everton Ribeiro bateu de chapa no canto do goleiro.

Duelo fica ainda mais fácil, mas Fla perde gols em sequência

Depois do gol do Flamengo, a LDU plantou base na defesa. Mesmo assim, os equatorianos não encaixaram a marcação em nenhum momento. Não é exagero afirmar que o Rubro-negro poderia ter liquidado o placar ainda nos primeiros 45 minutos. Porém, não o fez. E lá na frente quase pagou caro por isso. Aos 16, Gabbarini espalmou cabeceio de Bruno Henrique. Aos 25, Diego jogou por cima do gol uma chance clara.

Gabigol é Inacreditável!

O lance mais claro, porém, ainda estava por vir. E aconteceu aos 28min. Gabigol recebeu e finalizou em cima do goleiro da LDU. No rebote e com o gol aberto, o camisa 9 pegou embaixo da bola e isolou, completando a sequência de pelo menos três lances claros desperdiçados pelo Flamengo.

E quem não faz... Quase leva!

Thiago Ribeiro/AGIF

Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

 

No último lance do primeiro tempo, o Flamengo poderia ter sofrido o empate. Diego fez pênalti em Vega. Diego Alves entrou em ação para salvar a pele do companheiro e garantir a vantagem no placar. Aos 44, Intrigado bateu e o goleiro rubro-negro defendeu no canto esquerdo aos 44min. O Maracanã foi ao delírio e comemorou como um gol.

Mais gols perdidos no segundo tempo

O panorama continuou nos 45 minutos finais. Posse de bola do Flamengo e facilidade para criar jogadas. Os gols, porém, não saíam. Willian Arão e Léo Duarte viram a bola passar perto antes mesmo dos 15min. Os cariocas criavam, enquanto os equatorianos quase não passavam do meio de campo. O panorama, no entanto, preocupava a torcida pelo placar apertado.

Mas Gabigol, enfim, desafogou!

Thiago Ribeiro/AGIF

Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

 

Aos 23min, o grito de gol tão esperado surgiu. Bruno Henrique escorou cruzamento e viu Gabigol encher o pé esquerdo para estufar a rede e correr para a galera. Naquele momento, o Flamengo resolvia a partida e já comemorava a segunda vitória consecutiva na Copa Libertadores 2019.

Uribe faz o terceiro e Borja desconta de pênalti

Ainda deu tempo de fazer mais um. E foi do colombiano Fernando Uribe, que voltava de lesão e havia entrado em campo há 20 segundos. Aos 35min, ele girou na área e balançou as redes equatorianas. Nos acréscimos, novo pênalti para LDU. Desta vez, Borja, que jogou na Gávea, não deu chances para Diego Alves e fechou o placar.

FLAMENGO 3 X 1 LDU-EQU

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro
Árbitro: Germán Delfino (ARG)
Auxiliares: Diego Bonfa (ARG) e Ezequiel Brailovsky (ARG)
Renda: R$ R$ 2.596.530,50
Público: 58.034 pagantes / 62.440 presentes
Cartões amarelos: Cuéllar (Flamengo); Aguirre e Intriago (LDU)
Gols: Everton Ribeiro, aos 8min do primeiro tempo; Gabigol, aos 23min do segundo tempo; Uribe, aos 35min do segundo tempo; Borja, aos 46min do segundo tempo

Flamengo
Diego Alves; Pará, Léo Duarte, Rodrigo Caio e Renê (Trauco); Cuéllar (Arrascaeta), Willian Arão e Diego; Everton Ribeiro, Bruno Henrique (Uribe) e Gabigol
Técnico: Abel Braga

LDU-EQU
Gabbarini; Quintero, Freire, Rodríguez e Cruz; Intriago (Murillo), Orejuela, Veja, Johan Julio e Ayoví (Ângulo); Aguirre (Borja)
Técnico: Pablo Repetto

COMUNICAR ERRO