Dorival exalta Ricardo Oliveira e comemora até "chuva" de gols perdidos

17 Mar 2017 Fonte: Samir Carvalho Do UOL Esportes

O técnico Dorival Júnior não escondeu a satisfação com o seu time após a vitória do Santos por 2 a 0 diante do The Strongest, nesta quinta-feira, na Vila Belmiro, em jogo válido pela segunda rodada da Copa Libertadores da América. O treinador ressaltou que a equipe santista voltou a desempenhar um "futebol de alto nível".

Dorival elogiou bastante o atacante Ricardo Oliveira. O comandante santista destacou o poder de decisão de seu centroavante e lembrou que o gol de falta foi resultado de treinos de repetição no CT Rei Pelé.

"Reflexo de treinamento, trabalho neste período. Ricardo faz muita repetição. Ele é decisivo em muitas jogadas. Foi muito feliz na batida. A falta faz diferença em um jogo difícil, muito marcado. Fizemos por merecer o placar. Foi um grande resultado", afirmou Dorival Júnior.

"A equipe valorizou o adversário que tivemos. Criamos muitas oportunidades. Procuramos jogar de maneira correta. Fizemos dois gols. Foi um jogo importante pelo volume que tivemos. Mesmo quando eles ficaram com um jogador a menos (Veizaga foi expulso no fim do 1º tempo). Não demos chances de eles criarem jogadas. Voltamos a jogar um futebol de alto nível. Isso marcou muito", completou.

Nem a 'chuva de gols perdidos' tirou a alegria de Dorival Júnior. Apesar dos atacantes santistas perderem muitos gols, o treinador achou um ponto positivo nisso. Dorival preferiu destacar que sua equipe voltou a criar muitas jogadas em vez de criticar os gols perdidos por Ricardo Oliveira e Bruno Henrique, principalmente.

"Só perdemos porque criamos. Já é um fato importante. Antes estávamos com dificuldade na criação, apesar da posse de bola. Não tínhamos penetrações, possibilidades de finalização. Voltamos a ser agressivos. Isso foi um fator importante. Em um momento a bola começará a entrar de forma mais natural. Hoje tivemos volume, fomos agressivos, intensos. As bolas começarão a entrar de forma mais natural, todos sabem fazer gols", concluiu.

Após a vitória contra os bolivianos, o Santos só volta a campo pela Libertadores no dia 19 de abril, diante do Santa Fé, da Colômbia, no estádio El Campín, em Bogotá, em jogo válido pela terceira rodada da fase de grupos da competição continental. Pelo Campeonato Paulista, a equipe santista atua neste domingo, no clássico contra o Palmeiras, às 16h (de Brasília), na Vila Belmiro.