Em assembleia, Setor Palotina rejeita por unanimidade a criação da UFOPR

10 Ago 2017 Fonte: APUFPR-SSind Destaques
Assembleia reuniu professores, estudantes e servidores técnico-administrativos.

Assembleia reuniu professores, estudantes e servidores técnico-administrativos. (Foto: APUFPR )

Em assembleia na tarde desta quarta-feira (9), o Setor Palotina da UFPR se posicionou de forma unânime contra a Emenda Aditiva à Medida Provisória 785/2017, que propõe a criação de uma nova universidade federal no Paraná a partir da desagregação da Unila e da incorporação de dois campi da UFPR: Palotina e Toledo.). Participaram cerca de 400 pessoas, entre estudantes, professores e técnicos do setor.

O texto da Emenda Aditiva à MP (que originalmente trata do Fundo de Financiamento Estudantil) é de autoria do deputado federal Sérgio Souza.

Os participantes da assembleia aprovaram manifesto e abaixo-assinado declarando repúdio à Emenda Aditiva, que será encaminhado para o Congresso Nacional. Também foi aprovada a participação de representantes do Setor na audiência pública “Unila Resiste”, que vai acontecer em Foz do Iguaçu no dia 17 de agosto.

A assembleia foi convocada pela Associação de Professores da UFPR (APUFPR), Diretório Central dos Estudantes (DCE) e Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Terceiro Grau Público de Curitiba (Sinditest). A direção do Setor Palotina também estava presente e se declarou contrária à proposta de criação da Universidade Federal do Oeste do Paraná (UFOPR).

Outras instituições de ensino superior, como a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), a Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) e a Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) também divulgaram o apoio à autonomia da UFPR e da UNILA.

Leia aqui a nota oficial da UFPR a respeito do assunto.


Mais Notícias