Especialista dá dicas para facilitar os reparos em sua casa em Palotina

13 Jan 2020 Destaques
Especialista dá dicas para facilitar os reparos em sua casa em Palotina

Especialista dá dicas para facilitar os reparos em sua casa em Palotina (Foto: Unsplash.com )

Quando se trata de manutenção e reparos caseiros, o trabalho profissional geralmente pode sair bastante caro. Justamente por isso, muita gente opta por realizar os reparos por conta própria para economizar na reforma, mas o resultado pode nem sempre ser satisfatório.

Se você tem experiência e know-how para esse tipo de trabalho, é importante considerar o tempo, os materiais e as ferramentas necessárias. O que é indispensável na hora de facilitar os reparos de casa? Conversamos com Luiz Felipe Andrade, manutentor profissional, para descobrir.

“Uma caixa de ferramentas bem equipada é essencial para a realização de trabalhos em casa - desde pendurar uma moldura até montar móveis ou realizar mudanças mais drásticas”, conta Felipe. Seguindo suas dicas, aqui estão as ferramentas essenciais para quem quer começar a cuidar da manutenção de casa por conta própria.

Primeiro, é necessário falar sobre como adquirir todas essas ferramentas essenciais, já que comprá-las todas de uma vez pode custar muito caro. A melhor opção é comprar as ferramentas básicas que você precisa ter à mão (por exemplo, chaves de fenda e uma chave inglesa) e outras que você precisa para o projeto que está realizando no momento. Depois, adquira outras peças a cada novo projeto. Isso também ajudará você a comprar ferramentas da melhor qualidade possível.

A caixa de ferramentas perfeita para facilitar os reparos de sua casa deve incluir estas peças:

●     Conjunto de chaves de fenda: Desde a remoção de tampas das latas de tinta até a abertura dos compartimentos das baterias, as chaves de fenda são ferramentas indispensáveis. Procure pontas magnéticas e alças confortáveis ​​para facilitar a parafusagem ou o desparafusamento.

●     Martelo de garra: Nenhuma caixa de ferramentas estaria completa sem um martelo. Uma extremidade é usada para fixar pregos e o outro lado para removê-los da madeira ou da parede. Felipe recomenda, em geral, um martelo com uma alça de 40 cm e que pese cerca de 1 kg. As alças de borracha, plástico ou vinil oferecem absorção de choque e melhor aderência.

●     Furadeira elétrica: Embora você possa ficar sem uma furadeira por um tempo ou emprestar uma quando for necessário, mais cedo ou mais tarde, a maioria das pessoas precisará de uma furadeira. As brocas sem fio são convenientes para trabalhar em qualquer lugar, mas os tipos com fio custam menos e não exigem substituição de bateria caras. Seja qual for o tipo da furadeira, invista também em um mandril e não se preocupe mais com tamanho de brocas ou troca de equipamento.

●     Alicates: Como são muito versáteis e se encaixam em qualquer lugar, os alicates podem ser usados ​​como grampos ou no lugar de uma chave inglesa ou cortador de arame, entre outros.

●     Metro: Você precisa de uma fita métrica para garantir que os móveis caibam em uma sala ou para medir as janelas para a instalação de persianas. As medidas da fita vêm em larguras variadas, sendo que as mais largas são mais fáceis de segurar com uma mão quando estendidas.

●     Nível: Um nível garante que você não pendure nem instale nada (incluindo sua TV de tela plana e prateleiras) de maneira torta. Você pode usar um dos muitos aplicativos de celular que servem como nível virtual, mas um nível a laser vai facilitar muito qualquer trabalho.

●     Estilete: Para abrir caixas, afiar lápis e muito mais, o estilete é um cavalo de batalha da caixa de ferramentas. Escolha um com alças cobertas de borracha para maior conforto.

●     Luz de trabalho ou lanterna: Você precisará de uma lanterna para o kit de emergência, mas também pode optar por uma luz LED, um candeeiro ou uma lâmpada de trabalho para se certificar de que esteja serrando / parafusando / pregando corretamente.