Hegemônico, Brasil tem 3 dos 10 laterais esquerdos mais caros do planeta

22 Mai 2020 Fonte: UOL Esportes
Alex Sandro, hoje na seleção brasileira, é o 3º no ranking dos laterais esquerdos mais valiosos Imagem: Thiago Calil/AGIF

Alex Sandro, hoje na seleção brasileira, é o 3º no ranking dos laterais esquerdos mais valiosos Imagem: Thiago Calil/AGIF

O Brasil é o país dos laterais esquerdos. E, de acordo com estudo do "Transfermarkt", site especializado na cobertura do Mercado da Bola, a linhagem de Júnior, Branco, Roberto Carlos e Marcelo está garantida nessa geração. O país pentacampeão mundial de futebol é hegemônico no ranking dos jogadores da posição mais valiosos do planeta na atualidade e emplacou nada menos que três nomes nesse top 10.

O mais bem posicionado deles é Alex Sandro. Com mais de 20 partidas pela seleção brasileira no currículo, o jogador da Juventus ocupa a terceira colocação no ranking e está avaliado pela plataforma em 40 milhões de euros (R$ 247,6 milhões).

O ex-Santos está empatado no lugar mais baixo do pódio dos laterais esquerdos com outros três jogadores: o inglês Ben Chilwell, do Leicester, e os espanhóis Jordi Alba, do Barcelona, e José Gayá, do Valencia.

Eles só estão abaixo do escocês Andrew Robertson, campeão europeu pelo Liverpool na temporada passada, que vale 64 milhões de euros (R$ 396,2 milhões) e é o mais caro do mundo no momento, e do canadense Alphonso Davies, que defende o Bayern de Munique e custa 45 milhões de euros (R$ 278,5 milhões).

A lista poderia ter David Alaba, também do Bayern. Segundo o "Transfermarkt", o austríaco está avaliado em 52 milhões (R$ 322 milhões), o que lhe renderia a segunda posição. A questão é que ele não joga de lateral desde outubro e vem sendo usado pelo técnico Hans Flick como zagueiro de área.

O segundo brasileiro mais bem posicionado no ranking é Alex Telles, do Porto, que ocupa a sétima colocação e vale 32 milhões de euros (R$ 198 milhões), o mesmo que os franceses Ferland Mendy e Theo Hernández, titulares de Real Madrid e Milan, respectivamente.

 

Quem vem logo na sequência, em décimo, é Renan Lodi, do Atlético de Madri. Em sua primeira temporada na Europa, o jogador que vem se revezando com Alex Sandro como titular da seleção tem preço estimado de 31,5 milhões de euros (R$ 195 milhões).

Dono do lado esquerdo do Brasil nas duas últimas edições da Copa do Mundo e quase uma unanimidade como grande nome de sua posição no planeta ao longo de várias temporadas, Marcelo (Real Madrid) hoje vale "apenas" 16 milhões de euros (R$ 98,1 milhões) e ocupa o 26º lugar no ranking.

Vale lembrar que todos esses valores já foram atualizados (para baixo) devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19), que está gerando uma grave crise econômica também no futebol internacional.

No total, o top 10 dos laterais esquerdos mais caros da atualidade conta com três brasileiros, dois franceses, dois espanhóis e mais um representante de cada um desses três países: Escócia, Canadá e Inglaterra.

O futebol espanhol é a cada de quatro desses jogadores, que atuam no Barcelona, no Real Madrid, no Atlético de Madri e no Valencia. Há ainda dois alas que jogam na Inglaterra, outros dois na Itália, um na Alemanha e mais um em Portugal.

OS 10 LATERAIS ESQUERDOS MAIS VALIOSOS DO MUNDO

1 - Andrew Robertson (ESC, Liverpool) - 64 milhões de euros
2 - Alphonso Davies (CAN, Bayern de Munique) - 45 milhões de euros
3 - Alex Sandro (BRA, Juventus) - 40 milhões de euros
Ben Chilwell (ING, Leicester) - 40 milhões de euros
José Gayá (ESP, Valencia) - 40 milhões de euros
Jordi Alba (ESP, Barcelona) - 40 milhões de euros
7 - Alex Telles (BRA, Porto) - 32 milhões de euros
Ferland Mendy (FRA, Real Madrid) - 32 milhões de euros
Theo Hernández (FRA, Milan) - 32 milhões de euros
10 - Renan Lodi (BRA, Atlético de Madri) - 31,5 milhões

CLIQUE AQUI PARA ENTRAR NO GRUPO DE WHATSAPP DO SITE PORTAL PALOTINA. SE VOCÊ JÁ ESTA EM ALGUM GRUPO NÃO A NECESSIDADE DE ENTRAR

Fonte: Transfermarkt