Ídolos do Santos visitam menino africano que viralizou com camisa do clube

7 Nov 2018 Fonte: Uol Esportes Esportes
Edu e Lima, ídolos do Santos, encontram João Chico na África... - Veja mais em https://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/lancepress/2018/11/06/idolos-do-santos-visitam-menino-africano-que-viralizou-com-camisa-do-clube.htm?cmpid=copiaecola

Edu e Lima, ídolos do Santos, encontram João Chico na África... - Veja mais em https://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/lancepress/2018/11/06/idolos-do-santos-visitam-menino-africano-que-viralizou-com-camisa-do-clube.htm?cmpid=copiaecola

Famoso por ter sido clicado com a camisa do Santos na comunidade de Nhahminjale, em Moçambique, na África, o garotinho João Chico, de apenas seis anos, recebeu a visita de Edu e Lima, ídolos do clube. João foi descoberto pelas lentes de uma das embaixadoras do projeto ONG Missão África, com o qual o Peixe passou a colaborar desde o sucesso da imagem.

João e sua família receberam alguns presentes do Santos, e os garotinhos e garotinhas de sua escola também ganharam camisas oficiais do clube. O Peixe enviou membros da Santos TV para registrar a viagem. Parte da renda arrecadada em jogos do Campeonato Brasileiro também foi revertida para o projeto, em iniciativa que arrecadou cerca de R$ 40 mil.

Além da doação, o Santos também estampou a marca da ONG Missão África na omoplata da camisa nas partidas contra Palmeiras e Flamengo, disputadas em julho.

 

Reprodução/Instagram

Foto que viralizou no mês de julho

Confira nota publicada no site oficial do Santos

Os ídolos eternos Edu e Lima foram enviados pelo Santos Futebol Clube para uma missão mais do que especial: encontrar o jovem João Chico, de apenas 6 anos, na comunidade Nhahminjale, onde mora em Moçambique. João ficou famoso ao ser descoberto e clicado pela embaixadora da ONG Missão África, Rafaella Kalimann, segurando uma bola de retalhos enquanto trajava um manto do Peixe. O simbolismo daquela fotografia, da inocência da criança e da camisa que ela vestia cujo representante um dia parara uma guerra naquele continente, motivou o Peixe aqui no Brasil a colaborar com o projeto doando quase R$40 mil, parte da renda arrecadada em dois jogos de grande público pelo Brasileirão.

As escolhas de Edu e Lima não foram por acaso. Em 1º de fevereiro de 1969, a dupla atuou em uma partida neste mesmo país, em uma das diversas viagens internacionais que o Peixe realizava na época de ouro do futebol. A partida da vez foi um amistoso contra o Austria Viena, vencido pelo Peixe por 2 a 0 com gol do curinga da Vila. Este jogo foi o que antecedeu o histórico confronto contra a Seleção do Meio Oeste, quando paramos a famosa Guerra Civil Nigeriana vencendo a seleção adversária por 2 a 1. Os ídolos também estiveram em campo neste épico jogo.

Acompanhados dos integrantes da Santos TV Bruno Santoni e Jefferson Ferraz, além do assessor da presidência Milton Barbieri, Edu e Lima reencontraram João nesta segunda-feira (5) e, nesta terça (6), visitaram sua comunidade com o intuito de propagar a imagem do Peixe em Moçambique. Nesta etapa do projeto de internacionalização da marca, além de presentear João e sua família com uniformes, diversos produtos oficiais do Santos FC foram distribuídos na escolinha do garoto.

O reencontro João Chico contou mais uma vez com grande ajuda da parceira ONG Missão África, que foi a responsável por iniciar esta história e este vínculo do alvinegro praiano com seu jovem torcedor moçambicano.

Sobre a ONG Missão África

Dentre seus pontos de atuação, a ONG Missão África tem ações em escolas de educação infantil e programas de capacitação de profissionais na área de saúde e educação. A ONG mantém um centro nutricional para crianças desnutridas de 0 a 2 anos, levando também atendimento odontológico para a população. Desde 2012 a Missão África já realizou mais de 40 mil atendimentos médicos e mais de 5 mil atendimentos odontológicos no continente. Em parceria com Universidades e Hospitais locais, a ONG realiza também cursos de capacitação e treinamento para profissionais da saúde e da educação.

Os trabalhos da ONG Missão África ocorrem por meio de doações de pessoas da sociedade, por meio de parcerias com empresas e instituições privadas, por meio de eventos beneficentes e programas de apadrinhamento, sempre através do trabalho voluntário de centenas de pessoas. Sua missão é contribuir de forma diferenciada para o desenvolvimento do ser humano em sua totalidade, estabelecendo assim maior justiça social por meio da promoção da saúde e da educação de crianças e adultos que vivem em regiões de extrema pobreza, contribuindo para a transformação da realidade enquanto pessoa bem como da comunidade em que estão inseridos.