Ingresso para o ´Fedal´ de sexta chega a R$ 33 mil

11 Jul 2019 Fonte: José Nilton Dalcim Esportes
Ingresso para o ´Fedal´ de sexta chega a R$ 33 mil

Ingresso para o ´Fedal´ de sexta chega a R$ 33 mil

Adquirir um ingresso para Wimbledon é algo que depende de sorte ou de uma boa conta bancária. Desde 1922, as entradas são vendidas por um sistema de sorteio e o interessado precisa enviar o pedido quase um ano antes e torcer.

Se tiver toda essa sorte, conseguirá ver um jogo na Quadra Central por 60 libras (cerca de R$ 260) nas duas primeiras rodadas ou por 210 libras (R$ 910) se for ainda mais privilegiado e conseguir um ingresso para a final masculina.

Tudo isso faz com que a venda de entradas suba a preços estratosféricos nos sites que vendem ingressos avulsos, que pertencem a pessoas que adquirem lotes permanentes na Central, algo considerado um grande negócio financeiro na Inglaterra.

Um dos mais famosos revendedores, o site Via GoGo, ainda tinha um pequeno lote de 20 à venda para a semifinal masculina de sexta-feira, em que estarão frente a frente Rafael Nadal e Roger Federer, além de Novak Djokovic contra Roberto Bautista.

Um lugar no meio da Quadra Central era vendido a incríveis R$ 23 mil, enquanto um assento na primeira fileira, próxima à entrada dos jogadores, chegava a R$ 33.800. Até as 20 horas desta quarta-feira, que corresponde à meia-noite local, um aviso dizia que só restavam 20 lugares.

Já os ingressos para a final masculina, a ser disputada no domingo, variam no momento entre R$ 11 mil e R$ 23 mil, conforme a localização, e os para a decisão feminina do sábado, entre R$ 9 mil e R$ 13 mil. Os valores tendem a subir conforme quem estiver na disputa.

Para esta quinta-feira, um mero assento na semifinal masculina de dupla, que acontecerá na Quadra 1, estava disponível por R$ 3 mil.