Inter fecha 2020 com déficit próximo a R$ 90 milhões e tem pior resultado na história

7 Abr 2021 Fonte: Por Eduardo Deconto — Porto Alegre Esportes
Foto: Eduardo Deconto / ge

Foto: Eduardo Deconto / ge

O Inter desenhou seu orçamento com o plano de encerrar 2021 com superávit. Mas as heranças do ano passado nas finanças coloradas são pesadas. O clube fechou 2020 com um déficit próximo dos R$ 90 milhões. É o maior valor da história.

A informação foi publicada inicialmente por GauchaZH e confirmada pelo ge. Os números estarão disponíveis no balanço financeiro do exercício do ano passado. O documento é elaborado por uma auditoria independente contratada pelo clube e está perto de ser finalizado.

O balanço será enviado ao Conselho Deliberativo nos próximos dias para apreciação em uma sessão extraordinária. Em seguida, será publicado, conforme os prazos legais, e estará disponível no Portal de Transparência do clube.

CLIQUE AQUI E PARTICIPE DO GRUPO DE WHATSAPP DO PORTAL PALOTINA
SE VOCÊ JÁ ESTA EM UM GRUPO DO PORTAL PALOTINA NÃO TEM NECESSIDADE DE ENTRAR

Os números serão resultado das dificuldades financeiras que assolam o clube nos últimos anos e que foram agravadas pela pandemia do coronavírus. Eles superam, inclusive, a estimativa de prejuízo feita pela gestão anterior para 2020.

Em outubro passado, a diretoria colorada, sob a gestão de Marcelo Medeiros, refez os cálculos do orçamento já sob efeitos da paralisação do futebol e dos jogos sem público. O déficit estimado era de R$ 63 milhões – R$ 50 milhões a mais do que o valor projetado em janeiro de 2020.

O valor será quase 50% maior do que o projetado e ficará próximo dos R$ 90 milhões. E assim, o Inter encerrará 2020 com o maior déficit de sua história.

O recorde negativo anterior veio em 2017, quando o clube registrou R$ 62 milhões de déficit. O clube vem fechando os anos no negativo desde 2016. O último superávit é de 2015, com R$ 27,5 milhões de resultado positivo.

O rombo nos cofres dimensiona o tamanho do esforço da diretoria colorada para cumprir a meta de encerrar 2021 com R$ 194 mil de superávit. Para isso, o clube tem um plano de contenção de despesas inclusive no futebol. E precisa vender jogadores. O Inter projeta receber R$ 90 milhões com negociações na temporada.