Mancuello marca pela primeira vez, Cruzeiro vence Democrata e segue isolado na liderança

10 Fev 2018 Esportes
Cruzeiro vence Democrata e segue isolado na liderança

Cruzeiro vence Democrata e segue isolado na liderança

O Cruzeiro manteve sua folga na liderança da fase classificatória do Campeonato Mineiro ao bater o Democrata de Governador Valadares por 2 a 0, fora de casa, nesta sexta-feira. Federico Mancuello e Marcelo Hermes fizeram seus primeiros gols pelo time celeste e definiram o triunfo no estádio José Mammoud Abbas.

 O argentino fez sua segunda partida com a camisa celeste, sendo que havia entrado nos minutos finais do triunfo sobre o América-MG, na jornada passada.

Com o resultado, o time comandado por Mano Menezes foi a 16 pontos e segue três à frente do América-MG, que é o segundo colocado. Já o Democrata estaciona nos quatro pontos e fica na 12ª e última posição da classificação.

Pela próxima rodada do Campeonato Mineiro, o Cruzeiro receberá o Villa Nova no dia 17 de fevereiro (sábado), às 16h30 (de Brasília). No mesmo dia, o Democrata visitará a Tombense, às 16h.

Primeiro tempo

A etapa inicial entre Cruzeiro e Democrata se mostrou bastante interessante, com os visitantes dominando mas também sofrendo sustos. O time celeste teve mais posse de bola nos primeiros minutos, trocava passes, encontrava facilidades de virar o jogo de um lado para o outro. O destaque absoluto do primeiro tempo foi o meio-campista Mancuello.

O argentino se mostrava bem em campo, chegava bem ao ataque, mais até que Ariel Cabral - jogador que ele estava substituindo. Além disso, ele se comportava bem na transição defesa/ataque, encontrando os companheiros à frente com qualidade.

Inclusive, o único gol da etapa inicial foi de Mancuello. Em cruzamento na área, o argentino pegou o rebote de primeira, em um chute de fora da área, e mandou para o fundo da rede, contando com a ajuda do zagueiro que desviou a bola no meio do caminho.

Após o tento celeste, o Democrata passou a ter mais qualidade no ataque. A equipe aproveitava algumas situações de contra-ataque e tentava seus ataques, na maioria das vezes, pela esquerda, por onde Edílson apoiava.

Segundo tempo

A etapa final perdeu em qualidade, sendo que o Cruzeiro já não tinha tanta força para trocar passes.

Um lance polêmico apareceria aos 25min, quando Ariel Cabral recebeu na frente e cruzou. A bola pega nas mãos do defensor, mas o árbitro mandou o jogo seguir, sem apontar pênalti.

Aos 33, o Cruzeiro ampliou. O lateral-esquerdo Marcelo Hemes saiu correndo, driblou adversários e mandou para o fundo das rede.