Pokémon GO virou parte do currículo em uma universidade do Reino Unido

3 Out 2016 Fonte: Tecmundo Mundo Online
03132853223137-t1200x480

03132853223137-t1200x480

Ver games sendo usados como parte do currículo de uma escola pode não ser mais novidade, mas com Pokémon GO? Está aí algo que pode pegar muitos de surpresa. Acredite se quiser, a Universidade de Salford, no Reino Unido, vai fazer exatamente isso em seu curso de Tecnologia de Informação nos Negócios.
E no que Pokémon GO vai servir para os estudos dos alunos? Isso é algo que não está claro, até o momento. Mas, segundo o Dr. David Kreps, palestrante da universidade, o app vai servir perfeitamente para tornar o curso mais acessível e fácil de entender, já que o jogo “usa vários sistemas de informação que são acessados pela internet, uma câmera digital e um sensor de localização GPS.”
Acha que isso quer dizer que os estudantes vão passar o dia inteiro andando por aí pegando Pidgeys e Rattatas? Obviamente, não vai ser tão simples assim: embora não revele como o app será usado no curso, Kreps afirma que isso vai ser um pouquinho mais complicado do que só jogar o aplicativo de qualquer jeito.
Formado em Pokémon GO?
Vale notar, por fim, que essa não é a primeira vez que um instituto de ensino faz uso do game em seu currículo. Como notado pelo site The Next Web, a Universidade de Idaho incluiu o app em suas aulas de Jogos de Cultura Pop, servindo não apenas como um bom substituto para as aulas de Educação Física, como também para permitir os alunos a trabalharem em grupo e se socializarem. Só vamos torcer que as notas dos estudantes não dependam de eles chegarem ao nível 40 até o fim do bimestre.


Mais Notícias

Apple ameaçou excluir o Uber da App Store

O sucesso atual da Uber talvez não seria uma realidade se Travis Kalanick, CEO da companhia, não tivesse demonstrado um pouco de humildade diante de Tim Cook, o chefão da Apple.

Facebook vai ler e publicar seus pensamentos

O Facebook informou que está trabalhando em um sistema que permite que as pessoas digitem usando apenas seus pensamentos. O projeto foi anunciado na quartafeira (19) na conferência anual da empresa voltada para desenvolvedores, a F8, na Califórnia.

Facebook lança guia para reconhecer notícias falsas

Desde o ano passado, o Facebook vem trabalhando em uma ferramenta capaz de identificar notícias falsas compartilhadas na rede social. O recuso já estava sendo testado em países da Europa, como Alemanha e França, e agora a empresa lançou um guia de como reconhecer essas informações não confiáveis.