Projeto Mais Milho debate desafios da cadeia em Mato Grosso do Sul

2 Jun 2020 Fonte: Fernanda Custódio, de São Paulo Agricultura e Pecuária
milho3

milho3

Em junho, o Canal Rural dá sequência aos materiais especiais para a cultura do milho. O mês será dedicado ao produtor desse importante grão no Brasil, com lives promovidas pelo Projeto Mais Milho. O cereal é a maior cultura agrícola do mundo, com produção estimada em 1,11 bilhão de toneladas na temporada 2019/2020, segundo último levantamento do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), reportado em maio.

No primeiro encontro virtual, marcado para a próxima quinta-feira, 4, o foco será a safra de milho em Mato Grosso do Sul. Atualmente, o estado é o quarto maior produtor do cereal na safrinha, com produção projetada em 8,46 milhões de toneladas no ciclo 2019/2020, de acordo com relatório da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

“Nós iremos focar no desenvolvimento da segunda safra de milho em Mato Grosso do Sul, quais os desafios, se é logística, preço. O que o produtor tem usado de tecnologia, qual tem sido a produtividade média nos últimos anos, como fazer para melhorar e onde se concentra a produção do cereal no estado”, explica o vice-presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Milho (Abramilho) e moderador da transmissão ao vivo, Glauber Silveira.

Segundo a série histórica de produtividade de milho no estado, elaborada pela Embrapa Milho e Sorgo, o rendimento do grão aumentou 184% desde a década de 1980 até os dias atuais. No ciclo de 1980/1981, os produtores sul-mato-grossenses colheram 1.780 quilos do grão por hectare; na safra passada (2018/2019), a produtividade ficou em 5.067 quilos por hectare.

E para debater sobre os desafios da produção de milho no estado, Glauber Silveira irá receber o presidente da Aprosoja-MS, André Dobashi, e os produtores rurais Juliano Schmaedecke e Murilo Bonilha Botelho.