Seleção deve estrear na Copa América sem ter feito nenhum treino com todos os convocados

12 Jun 2019 Fonte: Alexandre Lozetti e Raphael Zarko — São Paulo Esportes
Seleção deve estrear na Copa América sem ter feito nenhum treino com todos os convocados

Seleção deve estrear na Copa América sem ter feito nenhum treino com todos os convocados

A seleção brasileira vai estrear daqui a dois dias na Copa América e, muito provavelmente, sem ter feito um treino sequer com os 23 convocados. A lesão no joelho de Arthur é o atual obstáculo para reunir todo o grupo em campo. Com uma preparação de chegadas em doses homeopáticas, Tite ainda não conseguiu se ver totalmente livre de problemas.

Na melhor das hipóteses, a Seleção estaria completinha na última sexta-feira, em Porto Alegre, com as chegadas de Alisson e Firmino, campeões europeus com o Liverpool, e Cássio e Fagner, do Corinthians. Só que Neymar foi cortado na madrugada de quinta e seu substituto, Willian, só se apresentou no sábado pela manhã.

O treino de sábado à tarde, no Beira-Rio, foi o que mais aproximou Tite do grupo completo. Mas Fagner ainda se recuperava de um pequeno estiramento na coxa esquerda e só fez o aquecimento com o restante do grupo. Ainda não era possível fazer atividades com bola.

Desde domingo, a Seleção não tem podido contar com Arthur. Ele levou uma pancada no joelho direito em dividida com o hondurenho Quiotto, expulso no lance. O volante do Barcelona fez exames na segunda-feira. A CBF não divulgou o resultado, mas ele deverá ser reavaliado na quinta, data limite para alterações por lesão na lista de inscritos na Copa América.

Por enquanto, certo é que Arthur não participará da estreia contra a Bolívia, sexta, no Morumbi. Dificilmente também voltará a treinar até lá. Fernandinho e Allan, com mais chances para o segundo, disputam sua vaga no meio-campo.

O Brasil volta a campo nesta quarta-feira, em treino fechado a público e imprensa no Pacaembu. A expectativa é que pelo menos o zagueiro Marquinhos seja liberado para atividades no campo. Na terça, além de Arthur, ele também ficou na academia do hotel.