Semeadura de trigo dos EUA é a mais baixa desde 1909

12 Fev 2019 Fonte: : AGROLINK -Leonardo Gottems Agricultura e Pecuária
Semeadura de trigo dos EUA é a mais baixa desde 1909

Semeadura de trigo dos EUA é a mais baixa desde 1909

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), em seu último relatório de agronegócio divulgado em 8 de fevereiro deste ano, estimou que o trigo de inverno semeado para a colheita em 2019 ficou em 31,29 milhões de acres, ou 12,662 milhões de hectares, uma queda de 3,8% em relação aos 32,535 milhões de acres cultivados em 2018. Dadas essas circunstâncias, os números estimados pelo Departamento são considerados como a menor área plantada desde os 29,196 milhões de acres semeados em 1909, ou seja, quando os registros do USDA começaram. 

Além disso, o relatório estima também que a área semeada para o trigo de inverno vermelho duro foi estimada em 22,2 milhões de acres, ou 8,9 milhões de hectares uma queda de 3% em relação a 2018. Enquanto isso, a área semeada para o inverno vermelho suave foi estimada em 5,66, milhões de acres, ou 2,29 milhões de hectares, uma queda de 7% quando comparado com o ano anterior. 

A área semeada de trigo branco de inverno foi estimada em 3,44 milhões de acres, ou 1,24 milhão de hectares, uma queda de 3%. "Os maiores declínios nas áreas plantadas (inverno vermelho duro) são estimados na Califórnia, Kansas, Nebraska e Oklahoma", disse o USDA. A área de terra para o trigo de inverno registrou baixa em Nebraska e caiu 6% na produção do Kansas. 

Segundo o analista da T&F Consultoria Agroeconômica, Luiz Fernando Pacheco, nos próximos 10 anos, a área de trigo será menor, mas o rendimento, os custos e o lucro serão maiores."O rendimento deverá aumentar significativamente: 51,4 bushels/acre contra a média atual de 48,95 bushels/acre, com o aumento da produtividade, a produção deverá passar de 1,74 bilhão de bushels (47,35 MT) para 2,09 bb (56,87MT)", conclui.