VÍDEO: Imagens mostram execução de vereador e fuga de pistoleiro em MS

12 Out 2021 Destaques
Momento em que atirador dispara contra vereador em Ponta Porã - Reprodução

Momento em que atirador dispara contra vereador em Ponta Porã - Reprodução

Imagens de câmeras de segurança mostram o momento da execução do vereador Farid Afif (integrante do então partido DEM, que se transformou no União Brasil), ocorrida no final da tarde da última sexta-feira (08), em Ponta Porã, município localizado na fronteira com o Paraguai, a 346 quilômetros de Campo Grande. 

Conforme o registro dos vídeos, Afif pedalava pela Rua Paraguai, quando em frente a uma concessionária de veículos, foi surpreendido pelo pistoleiro que se aproximou de moto, por trás, e começou a atirar. A vítima ainda tentou correr para o estabelecimento para se proteger, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Na sequência, o atirador segue caminho e foge. Ele realizou os disparos de uma distância tão curta que sequer precisou descer da moto para cometer a execução. Em outro trecho das imagens, é possível ver pessoas correndo assustadas. Antes de ser morto, o vereador chegou a fazer um vídeo incentivando as pessoas a pedalar.

Após o ocorrido, a Câmara Municipal de Ponta Porã emitiu uma nota de pesar: “É com imenso pesar que esta Casa de Leis comunica a morte do Vereador Farid Afif, ocorrido nesta data, 08 de outubro. Neste momento de dor e luto, rogamos a Deus, que conforte os corações de seus familiares e amigos”.

CLIQUE AQUI E PARTICIPE DO GRUPO DE WHATSAPP DO PORTAL PALOTINA
SE VOCÊ JÁ ESTA EM UM GRUPO, NÃO TEM NECESSIDADE DE ENTRAR

O prefeito Helio Peluffo Filho (PSDB) lamentou o assassinato de Afif, seu líder no Legislativo. "Ele era um agente público. Estamos chocados, é hora de reconfortar e apoiar a família, a Câmara está em luto. Falei com ele hoje às 16h, ele está com um amigo em comum. Mandou uma foto, estava de bicicleta", disse o prefeito.

Renan Nucci e Thatiana Melo Via midiamax.uol.com.br

Ainda não há informações sobre autoria e motivação do crime.