Crime bárbaro choca palotinense

Segundo autor, uma "seita satânica" teria motivado o crime.

A descoberta de um crime bárbaro chocou a população palotinense nesta quarta-feira (08).

Tudo começou após Anselmo Moreno Gonçalves, morador de Francisco Alves e que trabalha na C.Vale em Palotina, sair do trabalho e desde então não manter mais contato com familiares e amigos.

Preocupados os amigos começaram a procurar pelo rapaz, até que por acaso chegaram na casa do autor.

Clique aqui e participe no grupo do Portal Palotina no Telegram

Participe em nosso grupo do Whatsapp 

Autor e vítima trabalhavam juntos na C.Vale, a vítima seria patrão do autor.

Além de trabalhar na C.Vale, Anselo tinha uma loja de roupas em Francisco Alves, assim o autor pediu para Anselmo um condicional e que levasse até sua casa, onde o crime começou.

O autor disse que praticou crime como uma “seita satânica” e que para tal ato precisava oferecer uma alma. Ainda segundo o mesmo tirou a vida de Anselmo com dois disparos de arma de fogo, arma essa apreendida na casa do autor, escondida dentro de um sofá.

Após ocorrido o crime, o autor então resolveu ocultar o cadáver bem como o carro de Anselmo.

A medida tomada pelo mesmo foi fazer o esquartejo da vítima, em um primeiro momento o autor levou parte do corpo para uma mata localizada na região da Linha Catarinense. O carro da vítima foi queimado em uma mata na divisa de Palotina e Maripá.

Antes que o autor pudesse “desovar” o resto do corpo, ele acabou sendo detido por populares que acionaram a policia e no decorrer a situação prenderam mais um indivíduo que teria ajudado o autor na ocultação do cadáver.

Após desenrolada toda ocorrência o Tenente Franco da Policia Militar e Dr. Pedro Lucena da Policia Civil concederam uma entrevista coletiva e comentaram mais sobre o caso.

Assista entrevista completa

Compartilhe

Posts Relacionados