Marechal: Vereador protocola pedido de cassação contra Nilson Hachmann (vídeo)

O vereador da Comissão de Ética da Câmara de Vereadores de Marechal Cândido Rondon, Josoé Reinaldo Pedralli (MDB), protocolou nesta manhã (28), um pedido de cassação do vereador Nilson Erno Hachmann( PSC)

O vereador da Comissão de Ética da Câmara de Vereadores de Marechal Cândido Rondon, Josoé Reinaldo Pedralli (MDB), protocolou nesta manhã (28), um pedido de cassação do vereador Nilson Erno Hachmann( PSC), por supostas irregularidades em processos de licitação e compras diretas junto a prefeitura de Rondon que teriam beneficiado pessoas jurídicas diretamente ligadas ao vereador Nilson.  

Um esquema que segundo o vereador Josoé Reinaldo Pedralli da comissão de ética da Câmara de Vereadores de Rondon, envolve empresas no nome de laranjas, contratos sem licitação, e o pior: o dinheiro público.

No centro de mais este escândalo, um vereador, eleito para fiscalizar e zelar pelo bem da população. A Tv Tarobá teve acesso com exclusividade a uma farta documentação, que mostra em detalhes as movimentações deste esquema.

Nilson Erno Hachmann do PSC, vereador de vários mandatos, é suspeito, conforme o dôssie apresentado ao Ministério Público por Josoé Reinaldo Pedralli, de administrar empresas no nome de laranjas para assim celebrar contratos com a prefeitura.

Em 2008 o Ministério Público recebe as primeiras denuncias relacionadas ao vereador Nilson, três empresas e contratos com a prefeitura.

Empresas essas que seriam fechadas apenas com diferença de meses todas no ano de 2011. Coincidentemente, em 2009 um novo empreendimento, chamado Claudemir Rogério Wiederkehr é aberto e Nilson reeleito vereador, assume como secretario de viação e obras da prefeitura de Rondon.

Em 2009 ele passa a ser secretario de viação e obras da prefeitura de Marechal Cândido Rondon e utiliza essa empresa que esta em nome de laranja pra fazer vendas diretas da secretaria pra ela. E isso vem crescendo em 2009, 2010, 2011,  2012 e todas essas vendas foram feitas sem licitação, compra direta.
 

Confira a reportagem completa de Patrícia Sonsin e comentário de Paulo Martins:

É um “destemido”, hein? diante de tantas irregularidades reveladas por documentos, como os que foram mostrados pela Patrícia Sonsin nessa reportagem, diante de tanta audácia no desrespeito à lei, e diante de tanto dinheiro que já beneficiou esse cidadão investido pelo voto em cargo que tem por finalidade representar e defender os anseios de uma população, quer nos parecer que para sua liberdade ser continuada só mesmo se ele encontrar pela frente, nesses caminhos da justiça para onde será puxado pelas leis, só mesmo se encontrar por esses caminhos um Gilmar Mendes modelo tupiniquim, ou um Lewandovski, ou Marco Aurélio melo ou um dias Tóffoli. Como essas caricaturas por aqui se nos apresentam como pouco prováveis dele encontrar, lhe seria recomendável – se é fumante – informar a seus parentes e amigos qual a marca que lhe é preferida. Não há outra expectativa, como epílogo, em torno dos desaforos que acabamos de assistir. Uma verdadeira “sabotagem” política.

Compartilhe

Posts Relacionados