Paraguaio é preso com quase 6kg de cocaína no Aeroporto de Foz do Iguaçu

Ele informou que levaria a droga até Barcelona e receberia o valor de 7 mil euros pelo transporte

Ação conjunta entre a Alfândega da Receita Federal em Foz do Iguaçu e Polícia Federal resultou na apreensão de aproximadamente 5,8 quilos de cocaína no Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu.

A fiscalização ocorreu nesta terça-feira (26), no pátio de manobras do Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu. Após verificação de mercadorias enviadas como carga pelas companhias aéreas, os servidores da Receita Federal e Polícia Federal, em atuação conjunta, perceberam uma movimentação atípica de duas mochilas sendo despachadas, ambas embaladas em plásticos de proteção, para o porão da aeronave. Em geral, mochilas são levadas como bagagem de mão, o que chamou a atenção dos servidores, que retiveram tais mochilas para inspeção no Raio-X. A leitura das imagens não denunciou o conteúdo.

Ao localizar o passageiro responsável pelas bagagens, o mesmo assumiu que estava levando cocaína e receberia 7.000 euros para transportar a droga. As mochilas foram encaminhadas para a Delegacia da Polícia Federal junto com o passageiro. Na lavratura do flagrante abriram as mochilas, que continham aproximadamente 5,8kg de cocaína. O viajante é paraguaio e viajaria para Barcelona.

A Receita Federal disponibiliza um telefone de contato para denúncias, de forma anônima, por meio do número (45) 9 9152-2036.

Essa iniciativa está inserida no âmbito do Programa de Proteção Integrada de Fronteiras (PPIF), instituído pelo Decreto nº 8.903/2016, tem como diretrizes a atuação integrada e coordenada dos órgãos de segurança e de fiscalizações atuantes nas fronteiras, e como foco, o fortalecimento da prevenção, do controle, da fiscalização e da repressão aos delitos transfronteiriços, como contrabando, descaminho, tráfico de drogas, armas e medicamentos, entre outros.

Compartilhe

Posts Relacionados