Bento pega quinto pênalti pelo Athletico em 2023; veja o ranking de goleiros da Série A

O goleiro Bento alcançou a marca de cinco pênaltis defendidos pelo Athletico em 2023. O último deles foi na cobrança de Bruno Rodrigues, do Cruzeiro, no empate por 1 a 1, no Mineirão, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Entre os goleiros da Série A, Bento é agora o segundo com mais pênaltis defendidos ao longo da temporada. Ele fica atrás de Cássio, do Corinthians, que pegou sete cobranças ao todo. Os dados são do Espião Estatístico, do geconsiderando pênaltis durante os jogos e também disputas penais.

Veja o ranking:

  • Cássio (Corinthians): 7 pênaltis defendidos em 37 cobranças – 18,9% de aproveitamento;
  • Bento (Athletico): 5 pênaltis defendidos em 19 cobranças – 26,3% de aproveitamento;
  • João Ricardo (Fortaleza): 4 pênaltis defendidos em 15 cobranças – 26,7% de aproveitamento;
  • Tadeu (Goiás): 4 pênaltis defendidos em 21 cobranças – 19% de aproveitamento;
  • Matheus Cavichioli (América-MG): 3 pênaltis defendidos em 7 cobranças – 42,9% de aproveitamento;
  • Everson (Atlético-MG): 3 pênaltis defendidos em 9 cobranças – 33,3% de aproveitamento;
  • Santos (Flamengo): 3 pênaltis defendidos em 12 cobranças – 25% de aproveitamento;
  • Gabriel Grando (Grêmio): 3 pênaltis defendidos em 12 cobranças – 25% de aproveitamento;
  • Mateus Pasinato (América-MG): 3 pênaltis defendidos em 17 cobranças – 17,6% de aproveitamento;
  • Keiller (Internacional): 3 pênaltis defendidos em 17 cobranças – 17,6% de aproveitamento;
  • Marcos Felipe (Bahia): 3 pênaltis defendidos em 22 cobranças – 13,6% de aproveitamento;

Contra o Cruzeiro, Bento foi um dos destaques do Athletico, com várias defesas importantes, entre elas o pênalti de Bruno Rodrigues, quando o Furacão vencia por 1 a 0. O goleiro foi no canto e conseguiu salvar o Rubro-Negro. Ele só não pegou o chute de Matheus Pereira, que acabou decretando o 1 a 1 no placar.

– Tive a sorte de pegar o pênalti e no rebote eles errarem. Às vezes a gente tem um pouco de sorte também. Um pouco triste pelo resultado no final, um gol que a gente poderia ter evitado, mas fico feliz com a minha performance e por ter ajudado a equipe para segurar o resultado – disse Bento, na zona mista após o jogo no Mineirão.

Além do Cruzeiro, Bento tinha defendido um pênalti de Wellington Paulista, em empate com o América-MG, por 2 a 2, na 10ª rodada do Brasileirão. O goleiro também brilhou em disputas de pênalti na Copa do Brasil, nos jogos com o CRB (uma defesa), na terceira fase, e contra o Botafogo (pegou duas cobranças), nas oitavas de final.

Bento enfrentou, seja nos jogos ou em disputas, ao todo no ano 19 pênaltis, sendo que 13 foram convertidos em gol (68,4%), outros seis foram para fora (31,6%), cinco defendidos (26,3%), e um na trave (5,3%).

Aos 24 anos, Bento foi recentemente convocado para a seleção brasileira, ficando no banco nos jogos com Colômbia e Argentina, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo 2026. O goleiro está no radar de times da Europa, e a expectativa é de que ele receba propostas na próxima janela de transferências.

50 vídeos

Compartilhe

Posts Relacionados