Com transparência na gestão, Sicredi Vale do Piquiri Abcd PR/SP realiza prestação de contas aos associados

Modelo cooperativista é uma alternativa para a vida financeira das pessoas, com relacionamento próximo e taxas mais justas

A Sicredi Vale do Piquiri Abcd PR/SP apresentou os destaques da cooperativa no primeiro semestre de 2022, o que incluiu os aspectos voltados à sustentabilidade e aos pilares ESG (Environmental, Social and Governance, ou meio ambiente, social e governança na tradução para o português). Esse momento de total transparência, com a demonstração de números e de como os serviços financeiros e não financeiros geram valor para os associados, foi realizado de forma on-line, na noite desta quinta-feira (11), e reuniu mais de 13 mil pessoas.

O evento foi conduzido pelo presidente da cooperativa, Jaime Basso, e pelo diretor executivo, Moacir Niehues, que apresentaram a evolução dos principais indicadores financeiros e as ações mais relevantes de impacto nas comunidades. Entre eles, destaque para as iniciativas voltadas à sustentabilidade.

“Esse é um momento muito importante para nós, nesse exercício de transparência e de participação dos associados nas decisões da cooperativa, pois quando decidimos e fazemos juntos, é possível alcançar objetivos que beneficiem a sociedade como um todo. Os movimentos desenvolvidos ao longo dos meses nos enchem de orgulho e comprovam que a cooperativa segue crescendo com solidez e com confiança dos associados”, explica o presidente.

 

No sistema cooperativo, o modelo de governança conta com fortes políticas de administração e de fiscalização, o que permite que o associado tenha as soluções financeiras de que precisa, com a credibilidade que uma governança bem estabelecida traz. A transparência na gestão é fundamental nesse processo, como acontece nas reuniões de prestação de contas e nas assembleias.

Números do primeiro semestre de 2022
A Sicredi Vale do Piquiri Abcd PR/SP encerrou os primeiros seis meses do ano com mais de 190 mil associados, distribuídos em 96 agências em sua área de atuação – que abrange as regiões noroeste e oeste do Paraná, somadas a cidade de São Paulo e as do grande ABCD. A captação totalizou R$ 4,4 bilhões, aumento de 10% em comparação ao mesmo período do ano anterior, enquanto o crédito superou a marca de R$ 4,8 bilhões e indicou um crescimento de 6% em relação ao ano anterior. Os ativos totalizaram mais de R$ 6,1 bilhões, que, somados às coobrigações, fizeram com que o volume total de ativos + coobrigações ultrapassasse os R$ 7 bilhões. Tudo isso fez a cooperativa alcançar o resultado de R$ 67 milhões.

Compartilhe

Posts Relacionados