Comissão discute importação de leite no Brasil

Foto: Augustinho/Portal Palotina

A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional da Câmara dos Deputados discute nesta quinta-feira (19) os impactos da importação de leite de países do Mercosul na produção nacional. A audiência será realizada no plenário 3, a partir das 9h30.

A deputada Ana Paula Leão (PP-MG) foi quem pediu a audiência. “Os produtores de leite do País padecem, há muito, da ausência de políticas públicas efetivas e contínuas de fomento à atividade”, reclama.

Subsídio argentino

Segundo a Confederação Nacional da Agricultura (CNA), de janeiro a julho deste ano, as importações de leite em pó aumentaram 268%, em comparação com o mesmo período de 2022. Mais de 90% desse volume vêm da Argentina e do Uruguai, países-membros do Mercosul.

“Cerca de 52% do volume total tem origem na Argentina, país que vem aplicando subsídios diretos à produção leiteira”, critica Ana Paula.

Esses subsídios, acrescenta a deputada, elevam a desigualdade do produto importado frente ao brasileiro. A situação gera queda nos preços pagos aos pecuaristas, desestimula a produção e intensifica o êxodo rural. “O setor leiteiro nacional não suporta mais”, alerta Ana Paula.

Com Agência Câmara de Notícias

(Fernanda Toigo/Sou Agro)

Compartilhe

Posts Relacionados